Esgotamento sanitário de Canarana Bahia, como prometido ainda não foi comprido



Foi autorizada nesta quinta-feira (24) pelo governo da Bahia e a Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e Parnaíba (Codevasf) a implantação do sistema de esgotamento sanitário do município de Canarana, na microrregião de Irecê, que vai beneficiar mais de 14 mil pessoas, como a dona-de-casa Elisete Marques, 30 anos.

“Esta obra vai melhorar muito nossa vida”. Por meio de termo de compromisso, a Codevasf repassará cerca de R$ 8,2 milhões, recursos provenientes do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC Revitalização), ao governo da Bahia, que entrará com contrapartida de R$ 805 mil. A Embasa será a executora da obra, que vai começar imediatamente.

“Há muitos anos, os moradores de Canarana sofrem com a falta de um sistema de esgotamento sanitário. Com esta obra, os dejetos deixarão de ser jogados no rio que corta a cidade. É uma ação que se preocupa com o bem-estar da população, e estamos fazendo isso em toda a Bahia, porque saneamento básico significa mais desenvolvimento e qualidade de vida”, afirmou o governador Jaques Wagner.

O sistema compreende 9.358 metros de rede coletora e condominial, 4.170 metros de ramal predial, duas estações elevatórias, 1.452 metros de linhas de recalque e uma estação de tratamento.

Segundo o presidente da Codevasf, Elmo Vaz, a obra faz parte do Programa de Revitalização da Bacia do São Francisco. Ele disse que a implantação do sistema de esgotamento também vai contribuir para a revitalização do Rio São Francisco. “Com o sistema de esgotamento sanitário de Canarana, levamos saúde para a população e preservamos o meio ambiente, deixando de jogar água contaminada nos córregos e nos rios que chegam ao São Francisco”, explicou Vaz.


         
               

0 comentários :